Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Tarifa Externa Comum > Alterações Temporárias > Notícias da Camex > Camex reduz Imposto de Importação de óxido de titânio
Início do conteúdo da página

Camex reduz Imposto de Importação de óxido de titânio

Foi publicada hoje, no Diário Oficial da União (DOU), a Resolução Camex n° 63, que reduz temporariamente o Imposto de Importação do óxido de titânio, por razões de desabastecimento, ao amparo da Resolução Grupo Mercado Comum do Mercosul (GMC) 08/08.
Brasília (4 de setembro) – Foi publicada hoje, no Diário Oficial da União (DOU), a Resolução Camex n° 63, que reduz temporariamente o Imposto de Importação do óxido de titânio, por razões de desabastecimento, ao amparo da Resolução Grupo Mercado Comum do Mercosul (GMC) 08/08.  O produto terá redução de alíquota de 10% para 2% pelo período de 12 meses, com cota de 6 mil toneladas.

O óxido de titânio é um pigmento branco de ampla aplicação na indústria brasileira e não tem fabricação nacional. É utilizado na fabricação de tintas,  plásticos, borrachas, papel, produtos têxteis, alimentícios e produtos farmacêuticos. Está classificado no código 2823.00.10 da Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM).


Mais informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação Social do MDIC
(61) 2027-7117 e 2027-7198
Mara Schuster

Redes Sociais:
registrado em:
Fim do conteúdo da página